Eventkalender

22.07.2017

Events filtern

Themen

Ort

Was fun

The Manhattan Transfer


Bis:22.07.2017

Stadt: Porto

Wo: Casa da Música do Porto (Cdm)

Formed in 1969 in New York City, Manhattan Transfer is one of the world's most famous vocal groups, known for the diversity of genres: the swing and American standards to brazilian music, pop and the rhythm and blues. Their importance shows through in many Grammys that have won since the 80's, in various categories. They were in fact the first group ever to win this award in pop and jazz categories in the same year.

 

Wo

Was fun

«Dream About The Things You Never Do» - Paraguaii


Bis:22.07.2017

Stadt: Porto

Wo: Casa da Música do Porto (Cdm)

The Paraguaii are born of experience between Igor Gonçalves and Giliano Boucinha when they shared stage in Utter. They had to wait for 2014 to see the reflection of this interaction and the opportunity to give life to the project. In August of that same year, joins the third element, Zé Pedro Caldas Correia and Rui Sousa who finally comes to complete the band. The first single, 'She', was released in December 2014 and 'Black Ships' in 2015, was the theme of presentation of the first EP, to which followed 'Scope', the album of 2016. In this concert they presents the latest album, 'Dream About The Things You Never Do'.

 

Wo

Was fun

«Nightintales» - China Moses


Bis:22.07.2017

Stadt: Braga

Wo: Theatro Circo de Braga

Com a sua voz incisiva e personalidade forte, China Moses tem vindo a conquistar o mundo do jazz ao longo dos anos. Filha de Dee Dee Bridgewater e Gilbert Moses, cresceu no seio do mundo da música e do entretenimento. Com seis álbuns de estúdio já editados e colaborações com artistas como DJ Medhi e Anthony Marshall, o seu formidável talento não deixa dúvidas. 'Nightintales' é o seu novo trabalho e o mote para a sua estreia em Portugal.

 

Wo

Was fun

«Despertar da primavera, uma tragédia de juventude», de Frank Wedekind


Bis:23.07.2017

Stadt: Porto

Wo: Teatro Nacional São João (TNSJ)

Produção Teatro Praga, com texto de Frank Wedekind, tradução de José Maria Vieira Mendes, interpretação de André e. Teodósio, Cláudia Jardim, Diogo Bento, Patrícia da Silva, Pedro Zegre Penim e com Cláudio Fernandes, Gonçalo C. Ferreira, João Abreu, Mafalda Banquart, Rafaela Jacinto, Sara Leite e Xana Novais.'Despertar da primavera, uma tragédia de juventude' é uma peça escrita em 1891 por Frank Wedekind sobre um grupo de adolescentes em conflito com uma sociedade conservadora e moralista. A crueldade e o amor entre pares, a intolerância geracional e o suicídio, são alguns dos motivos queridos pela tradição interpretativa deste texto.A convite do Centro Cultural de Belém, o Teatro Praga regressa com um clássico da literatura dramática para inscrever, num texto e teatro canónico, o lugar dos que não estão incluídos no sistema representativo.

 

Wo

Was fun

Milhões de Festa - Barcelos 2017


Bis:23.07.2017

Stadt: Barcelos

Wo: Parque Fluvial de Barcelos

The creative musical dynamism of the city of Barcelos, wins expression this year with this festival, which gathers in the River Park of the city, some of its most emblematic bands and also names emerging from the international music scene. Takes place on days 20, 21, 22 and 23 July. Program: Graveyard, faUSt & GNOD, The Gaslamp Killer, Hieroglyphic Being, Meatbodies, Chúpame El Dedo, Powell, Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs Pigs, DJ Katapila, Janka Nabay & the Bubu Gang, Sarathy Korwar, Ghost Wavvves + Mike El Nite, Brutal Blues, TAU, Rizan Said, Sex Swing, Shame, Sly & the Family Drone, Pixvae, Stone Dead, Mehmet Aslan, Enablers, Switchdance, Lavoisier + Barrio Lindo, Conjunto Cuca Monga, MVRIA + Supa, Live Low, MQNQ (MMMOOONNNOOO + Quim Albergaria), Orchestra of Spheres, GPU Panic + Shake It Maschine and O Bom, o Mau e o Azevedo.

 

Wo

Was fun

«Splitting, Cutting, Writting, Drawing, Eating... Gordon Matta-Clark»


Bis:03.09.2017

Stadt: Porto

Wo: MAC de Serralves

Esta exposição no Museu de Serralves irá debruçar-se sobre os aspetos gestuais, formais e sociais da conceção de arquitetura de Matta-Clark, ou nas suas palavras, de 'fazer espaço sem o construir'. Esta apresentação, composta sobretudo por obras do Gordon Matta-Clark Archive no CCA, irá apresentar fotografias, desenhos e documentos relacionados com os projetos mais importantes do artista, e também os seus filmes comerciais, assim como empréstimos importantes relacionados com a obra pioneira do artista.A exposição irá explorar o singular sentido de Matta-Clark 'dos vazios metafóricos, lacunas, espaços abandonados, lugares que não foram construídos.' A apresentação em Serralves está concebida à volta de uma série de verbos construtivos e destrutivos que definem a conceção do arquitetural do artista: cortar, separar, inclinar, partir, escrever, construir, desenhar, etc. Além de materiais de arquivo e obras importantes deste artista, a exposição vai apresentar uma seleção de obras de outros artistas que criam um contexto para os cortes literais e metafóricos de Matta Clark, feitos sobre locais de reconstrução e de abandono e em contextos acentuadamente queer e de privação económica.Esta exposição continua a colaboração entre Serralves e o Canadian Centre for Architecture. Entre as colaborações anteriores contam-se as exposições 'O Processo SAAL: Arquitetura e participação 1974-1976', em 2015, e o 'Arquivo de Álvaro Siza Vieira', em 2016.

 

Wo

Was fun

«Julie Mehretu: Uma História Universal de Tudo e de Nada»


Bis:03.09.2017

Stadt: Porto

Wo: MAC de Serralves

Ocupando a galeria central e as salas da ala esquerda do Museu, esta importante exposição apresenta 20 anos de pintura e desenhos de Julie Mehretu (Addis Ababa, Etiópia, 1970), desde 1996 até aos nossos dias. Mehretu é uma das mais importantes artistas a trabalhar na atualidade e esta será a sua primeira exposição em Portugal. As suas pinturas redefiniram a forma como pensamos a pintura enquanto instrumento de mapeamento do mundo, no tempo e no espaço. Embora seja principalmente conhecida pelas suas pinturas monumentais que combinam plantas arquitetónicas e mapas de cidades - numa investigação sobre as temáticas da globalização e da identidade -, a sua prática baseia-se numa exploração simultaneamente rigorosa e explosiva do desenho, que evoca várias referências, que vão dos desenhos surrealistas até à caligrafia chinesa, passando pelas experiências pictóricas de Henri Michaux realizadas sob o efeito da mescalina. Apagamentos, eliminações são tão importantes quanto as marcas realizadas pela artista, dando origem a um palimpsesto de espaços construídos de memória visual e cultural.Mehretu participou em inúmeras exposições internacionais e bienais que lhe garantiram reconhecimento internacional, incluindo, em 2005, o American Art Award from the Whitney Museum of American Art, Nova Iorque, e o prestigiante MacArthur Fellows award. Em 2009 e 2010 Mehretu expôs um ciclo de grandes pinturas no Deutsche Guggenheim Berlin, que depois viajou para o Solomon R. Guggenheim Museum, em Nova Iorque.O seu monumental painel de pinturas Mogamma, parte de uma meditação ainda em curso sobre locais de revolução e mudança social, foi encomendado para a Documenta 13, em 2013.

 

Wo

Was fun

«A Colecção no Palácio da Bolsa»


Bis:24.09.2017

Stadt: Porto

Wo: Palácio da Bolsa

In the decades of the 60's and the 70's, the artistic languages have undergone a paradigm shift. The sculpture was not exception. In this exhibition the works of Ângelo de Sousa, João Machado and Zulmiro de Carvalho report us to this reality. In this presentation of works from the Coleção Serralvesat the Palácio da Bolsa, some sculptures take over the ground, regardless of the plinth, other transmit us visible concerns with the ideas of seriality, industrial manufacturing and literality of technique (what we see is what we see). These elements are enough to realise that the Portuguese sculptors have submitted proposals which today confront us with the various pats that were making the art more and more direct in contact with the public, from pop art, english abstract sculpture, and american minimalism. This presentation is the result of a partnership between the Palácio da Bolsa and the Museu de Serralves de Arte Contemporânea no Portounder which works from the Serralves Collection are displayed in the historical interiors of the Palace.

 

Wo